Gastronomia

Como conciliar lutas e musculação

É muito comum encontrarmos praticantes de lutas nas salas de musculação, já que este tipo de exercício é fundamental para o bom rendimento e prevenção nas lesões.

Porém, nem sempre conciliar estas duas práticas é muito fácil, afinal um treino interfere diretamente no desempenho do outro.

Isso ocorre, por que de maneira geral, tanto a musculação, como praticamente todas as lutas, usam predominantemente as vias anaeróbicas como fonte energética. Desta forma, é muito comum que se os treinos forem feitos em sequência, se tenha dificuldades no que ocorre depois.

Além disso, como as lutas necessitam de um grande aprimoramento da coordenação motora, e o treino de força quando feito de maneira intensa, prejudica tal qualidade física, são necessários diversos cuidados na hora de se planejar o treinamento e principalmente quando se vai montar as sequencias do treinamento.

Influência da musculação nas lutas

GettyImages

Independentemente se estamos falando de lutas em pé ou em lutas de chão, a musculação é fundamental para o bom desempenho, desde que feita com foco nas especificidades de cada arte marcial.

Para que você tenha eficiência, tanto em seu treino de musculação, como em seu treino de lutas você precisa de certos parâmetros a serem seguidos, veja quais são:

1. Foco: Muitas pessoas buscam ganhar muito volume muscular e serem ágeis na luta. Infelizmente, na maioria das vezes isso não é possível. Além disso, um dos treinamentos tem que ser servil ao outro.

Imagine que você lute Muay Thai, que é uma luta de extrema velocidade e queira hipertrofiar ao mesmo tempo.

Dificilmente conseguirá seu objetivo, pois eles se contradizem. Por isso tenha clareza de seu objetivo.

Se for fazer musculação para melhorar seu desempenho na luta, ela tem de ser bem específica.

Se for lutar apenas como treino complementar da hipertrofia, esta tem que estar atrelada ao seu objetivo. Caso contrário, suas chances de não obter êxito são muito grandes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *